A MONTAGEM DE UM TEATRO DE BONECOS

Freya Jaffke
Profa. de jardim de infância Waldorf na Alemanha
Trecho de apostila, revisto por S. Marra e V.W. Setzer

Em lugar do já conhecido "palco para teatro de bonecos" (um móvel com janelas), pode-se montar o palco sobre uma mesa. O cenário para toda a história (por exemplo, o castelo, a floresta, o campo) é montado sobre o local escolhido para a apresentação. Materiais naturais, como galhos grossos de várias formas e tamanhos, cobertos com panos coloridos (os mais bonitos são os de seda), assim como cascas de árvores, pinhas, pedras, conchas, etc, são apropriados para a confecção do cenário.

Os bonecos movimentam-se por esaa paisagem insinuada, enquanto um adulto conta a história. Também é possível que este movimente a figura, talvez com a ajuda de uma criança maior; as crianças que assistem estarão sentadas, em forma de semicírculo, de frente à "paisagem".

Um palco montado dessa forma possibilita à criança pequena, até aproximadamente os 7 anos, acompanhar e ver todos os acontecimentos, como uma totalidade, por exemplo quando ocorre o movimento de uma marionete, ou quando, com cuidado, se tira o pano que insinuava uma choupana que, então, se transforma num castelo. A atuação do adulto deve ser plenamente visível, fazendo parte dos acontecimentos do palco.

É por meio do adulto, com seriedade, humor e na sua forma cuidadosa de manejar os bonecos, que é criada a atmosfera capaz de levar a criança pequena a vivenciar profundamente e participar da totalidade dos acontecimentos. Num ambiente de jardim de infância, a força da vivência das crianças pode ser observada, depois do teatrinho, nas suas brincadeiras livres, quando elas próprias, por sua inciativa, montam pequenas encenações onde contam qualquer história, e movimentam bonecos que estão colocados à sua disposição. Também na vida futura elas continuarão tendo uma grande sensibilidade em suas vivências, principalmente em relação a obras de arte.

Após a troca dos dentes, quando a criança tem um outro relacionamento com o adulto, e sua capacidade de criar representações mentais desperta cada vez mais, o adulto pode ausentar-se do processo pictórico, e ocultar-se atrás de um pano ou cenário do palco. Agora a fantasia da criança torna-se mais viva e livre, o suficiente para vivenciar o espaço do palco, como um mundo completo em si.

"Assim, os fios que dão movimento aos bonecos, a música, a narração - tudo conspira para que os sentimentos também movam-se com a história enquanto ela segue seu curso." (S. Marra e S. Crepaldi).

Fonte: http://sab.org.br/pedag-wal/bonecos

Sem comentários:

Enviar um comentário