Arte-terapia à luz da Antroposofia

Academia Européia de Terapia Artística Antroposófica

A Terapia Artística

Introdução

A terapia artística fundamenta-se na visão médica, terapêutica e artística ampliada pela Antroposofia de Rudolf Steiner, segundo a qual o homem é ser espiritual constituído de alma e corpo vivo; e no conhecimento teórico e prático dos elementos das artes plásticas e das leis que os regem.Assim, através desses elementos (cor, forma, volume, disposição espacial etc.) a terapia artística possibilita que a pessoa vivencie os arquétipos da criação, ou seja se re-conecte com as leis que são inerentes à sua natureza mas que foram "esquecidos" por diferentes motivos. Com isso, traz um contato com a essência sanadora de cada um.

Na terapia artística aprende-se a observar, sentir, agir e pensar de modo mais consciente do que antes. No entusiasmo pela natureza, pelo belo, pelo ritmo e harmonia a pessoa sente-se "inteira" novamente.

Histórico Mundial

A origem da terapia artística vem do trabalho conjunto que a Dra. Ita Wegmann (1876-1943) desenvolveu com Rudolf Steiner (1861-1925), no qual a pintura era às vezes, prescrita como parte do tratamento médico.Em 1925 quando a médica Dra. Margarethe Hauschka (1896-1980) foi pela primeira vez ao Instituto Clínico-Terapeutico de Arlesheim, Suiça para estudar Euritmia Curativa, encontrou-se com duas artistas alemãs, Sofia Bauer e Maria Kleiner, que praticavam a pintura junto aos pacientes. Nesse mesmo ano e até 1927, ela pode trabalhar com pintura e cerâmica com pacientes da clínica do Dr. Husemann, em Gunterstal, Alemanha, e nos dois anos seguintes, a pedido da Dra. Wegmann, foi para uma clínica filial da de Arlesheim, em Lugano (Suiça), com a incumbência de cuidar terapêutica e culturalmente de um número limitados de pacientes. Com essa experiência, teve a oportunidade de desenvolver o elemento artístico de várias maneiras.De volta à Clínica de Arlesheim, em 1929, paralelamente ao seu trabalho médico, foi responsável pelo ensino de arte nos cursos anuais de enfermagem e medicina antroposóficas por doze anos consecutivos, até que a 2a. guerra colocou um fim temporário a essa atividade. Em 1940 foi para a Áustria, onde durante 22 anos trabalhou e deu cursos no país e no exterior. Através dessa experiência, construiu as bases práticas e teóricas da Terapia Artística, para em 1962 fundar a primeira escola de terapia artística, em Bad Boll, na Alemanha. Mais tarde surgiram outras escolas que também deram contribuições próprias ao desenvolvimento dessa nova terapia.Histórico no BrasilNo Brasil, a terapia Artística surgiu graças ao impulso dado por D. Ada Jens (1921-1994), primeiro através de sua prática na Clínica Tobias, S.Paulo, e depois pela criação do curso de Terapia Artística.A D. Ada, que era enfermeira e fisioterapeuta, fez a formação em Terapia Artística no ano de 1969 em Bad Boll e teve como mestra a própria Dra. Margarethe Hauschka. De volta ao Brasil, ela foi responsável pela Terapia Artística na Clínica Tobias por vinte anos.Em 1986, junto à SBMA (Sociedade Brasileira de Médicos Antroposóficos) e com o apoio da ABT (Associação Beneficiente Tobias), a D. Ada iniciou, com entusiasmo constante, o primeiro curso de formação de Terapeutas Artísticos do Brasil, que teve como sede, até 1992, o Centro Paulus de Estudos Goetheanísticos, em Parelheiros, SP. A partir de 1993 e até 1996 esse ensino foi sendo feito em São Paulo. Atualmente, não há curso de Terapia Artística antroposófica reconhecido pela SBMA e pelo Goetheanum. Exite um grupo que está planejando retomar esse curso.Em 1986 foi fundada a AURORA - Associação Brasileira dos Terapeutas Artísticos Antroposóficos com o objetivo de contribuir para o aprofundamento e divulgação da terapia artística, respaldar o profissional da área, promover troca de experiências, cursos, palestras e representar as atividades da terapia artística em todo o território nacional.

Descrição

A Terapia Artística possibilita uma transformação onde o paciente é o agente que segue e dá continuidade a um determinado processo que lhe traz harmonia. Dá forma onde há pouca estrutura, dissolve onde há rigidez, dá clareza onde tudo é vago e traz fantasia onde a mente está endurecida.O paciente enfrenta limites, supera dificuldades aprende a adaptar-se ao material que usa, aceita as falhas e tende a desenvolver auto-confiança e auto-estima.A terapia artística tem determinação, o resultado porém, não é o objetivo; a importância está no processo.A terapia artística pode ser aplicada a todos os casos de doença ou desarmonia, sendo que em cada situação será utilizado um meio específico adequado - pintura, modelagem, desenho. Assim também os exercícios propostos devem ter significado próprio, dirigidos a uma determinada situação.

Qualquer atividade artística pode levar a um caminho de aprendizado e auto- desenvolvimento. A terapia artística, porém, é muito diferente da arte em seus próprios princípios, no que diz respeito à atitude interior, métodos e propósitos. O caminho artístico que revela algo quer expressar algum conteúdo, sejam idéias ou o estilo do artista. O caminho terapêutico tem a intenção de transformar cada dificuldade em exercícios terapêuticos que possibilitem o processo de mudança.

ASSOCIAÇÃO AURORA
Associação Brasileira dos Terapeutas Artísticos Antroposóficos
Rua Fernando Albuquerque, 287/42 - S. Paulo, SP
Tel. 11-3256-0907; BIP: 5503-1000 cod. 50.626
E-mail auroraabtaa@yahoo.com.br

1 comentário:

  1. ONDE POSSO FAZER UM CURSO DE ARTE ANTROPOSÓFICA E TB SOBRE ESTA FILOSOFIA?
    SOU ARTISTA PLASTICA, FIZ PSICANALISE E ESTOU CURSANDO PÓS EM ARTETERAPIA. QUERO SER UMA ÓTIMA TERAPEUTA E REALMENTE PODER AJUDAR.MEU E-MAIL É VEREPRATHA@HOTMAIL.COM. OBRIGADA.

    ResponderEliminar